Discografia

2016

A Deus toda Glória

“Porque dele, e por meio dele, e para Ele são todas as cousas. A Ele, pois, a glória eternamente. Amém “(Rm 11:36).

Ao nos designar para o Seu honroso chamado de pastorearmos Seu povo, Deus me disse: “Esta é a sua escola”. A Comunidade, nestes 25 anos, tem nos ensinado a correr com paciência os passos da nossa jornada árdua mas feliz, movendo-nos na unção de gozo no louvor que Ele, na sua bondade, nos outorgou pelo Seu Espírito Santo.

Cantar ao nosso Deus, falar dos Seus feitos grandiosos, agradecer pelos milagres, maravilhas, desafios; contar a Ele a gratidão de nosso coração, extasiado pelo amor que extravasa e parece querer estourar em nosso peito, vivenciando o êxtase de Sua maravilhosa presença, constante, infalível presença, só nos faz pensar no que Paulo disse: não há como expressar. É tudo tão pouco perto do indizível que gostaríamos aqui de exprimir. Por isso, o desejo de gritar bem alto: A DEUS TODA A GLÒRIA! Por isso o título deste álbum: A Deus toda glória! N’Ele temos a vitória, a ajuda contra o inimigo, a coragem, a força, a perseverança, a fé, o cuidado, a provisão, os dons, a plenitude! Tudo pela Sua Dádiva perfeita, JESUS, nome sobre todo o nome! Só ajoelhados, prostrados, em gemidos do Seu Espírito, repetindo: Santo, Santo, Santo! Dizemos, então: as vozes de milhões de anjos, não poderiam expressar a gratidão do nosso coração que só pertence a Ti”. Por isso, também, as escolhas das músicas: nosso mesmo desejo de expressar ao nosso Deus, um pouquinho do muito que lhe somos agradecidos. Por isso o símbolo da capa: a aliança do Senhor mantida em Sua fidelidade conosco nestes 25 anos!

Que ao participar do nosso louvor e adoração, você também se una reverentemente em êxtase diante de Sua Majestade, Nosso Rei dos Reis! E, viva conosco o deleite de Sua presença Maravilhosíssima!

Nossa oração: Recebe, oh Senhor, nosso louvor e adoração, em nome de Jesus!

A Deus toda glória!!!

Pra. Irene Ribarolli Pereira da Silva

Pastora Geral

2010

Acima dos ventos

“Sobe para cá…” (Ap 4:1b).

João estava aprisionado na ilha de Patmos por causa do evangelho quando ouviu uma voz como de muitas águas segredando mistérios de Deus que ele deveria publicar.

Depois de ver o Senhor em seu resplendor e glória, vestido de majestade, João é convidado a subir.

Ao subir ele vê o trono de Deus. A glória de Deus é descrita através dos elementos simbólicos do poder de Deus: fogo, luz, fumaça, trovões, relâmpagos, mar, arco-iris, rio, etc. Em meio a tudo isto ele vê e ouve “como que a voz de uma grande multidão, e como a voz de muitas águas e como a voz de grandes trovões” (Ap 4:5), que cantam diante do trono.  Na gloriosa presença de Deus nada lhes resta senão adorá-lo: “Santo, Santo, Santo;  é o Senhor Deus, o Todo-Poderoso, aquele que era, que é e que há de vir” (Ap 4:8b).

Como João, enfrentamos nesta terra aflições. Sofremos porque, os ventos e as tempestades chegam, às vezes, até sem avisar.

 

O que fazer?

Convidamos você a ser imitador de João. Faça cada dia uma viagem ao trono. Ali você estará abrigado  da tempestade.

Deus nos deu a unção de gozo no louvor e a Comunidade não só usufrui da graça de poder, em quaisquer circunstâncias, alegrar-se na presença de Deus. Nestes 20 anos de vitórias, quantos ventos fortes e tempestades chegaram; como cantamos, na música composta pelo Pr. Beto, acalmamos nosso coração sabendo que passariam.

Todas as letras deste 4o. CD da Comunidade, revelam que, com  a atitude certa,  podemos vencer,  subindo Acima dos Ventos e das tempestades.

Vem, adoremos ao Rei dos reis. Ele é digno de receber a honra, o louvor, a glória!

“Estamos nos lugares celestiais, assentados com Cristo!” (Ef 1:3).

Escondidos n´Ele, não temeremos. Ele batalha por nós. Misericórdia e bondade nos é assegurada. Sua presença nos basta. Colheremos o que estamos plantando. O deserto brotará. A tempestade passará. Um novo dia nascerá. Jesus Voltará.

Clamemos a Ele, Salvador, Rei e Senhor, Cristo Jesus!

A Deus toda a glória!

 

Pra. Irene Ribarolli Pereira da Silva

Pastora Titular

2007

A luz do Teu rosto

“E o seu rosto era como o sol, quando na sua força resplandece” (Ap 1:16).

A comparação que João faz do rosto de Jesus resplandecendo como o sol nos leva à inúmeras considerações a respeito da necessidade que temos da luz do Senhor. O sol aquece: :“Porque o sol se levanta com seu ardente calor…” (Tg 1:11); o sol ilumina “… Porém os que te amam brilham como o sol quando se levanta no seu esplendor” (Jz 5:31); o sol tem direção e direciona: “Assim diz o Senhor que dá o sol para a luz do dia e as leis fixas à lua e às estrelas para a luz da noite…” (Jr 31:35); o sol triunfa no seu brilho e constância “o qual, como noivo que sai dos seus aposentos, se regozija como herói, a percorrer o seu caminho” (Sl 19:5). Ele é visto com tal esplendor que Jesus é chamado o Sol da Justiça. Jesus é tudo isto para os que o amam. N´ Ele temos luz, calor, afeto, proteção, segurança, paz.
O brilho do Seu rosto também é capaz de cegar, assim como o sol. Deus mostrou isto quando Paulo, no caminho de Damasco, caiu sob a intensidade da luz do céu que o rodeou. Só assim ele foi capaz de enxergar sua escuridão de alma e espírito e reconhecer sua necessidade de Jesus.Cantando “A luz do Teu Rosto Resplandeceu sobre mim” estamos dizendo da nossa gratidão em termos sido atraídos pelo imenso amor de Jesus que verteu na cruz seu precioso sangue e nos lavou, purificou e nos encheu com sua imensa graça. Com júbilo podemos cantar ao Deus da nossa grande alegria. “E eu vou, a cada dia te buscar, para te encontrar, amado meu, nas asas do Espírito eu vou, cada vez mais alto!
Sabendo que o que João viu, ouviu e descreveu nos capítulos 4, 5, 19, 21 e 22 de Apocalipse é o que nos aguarda, basta apenas permanecer n ´Ele, vivenciando o esplendor da luz de Seu rosto!

2005

Te quero mais do que tudo

“Cantai ao Senhor um cântico novo, porque Ele fez maravilhas” (Sl 98:1).

Foi esse convite que a Comunidade aceitou. Cantar ao Senhor, porque Ele tem feito maravilhas em nosso meio. Estamos alegres; estamos agradecidos; queremos anunciar que:

1) “Ele é grande em Sião, e mais elevado que todas as nações” (Sl 99:2). Nossa adoração e louvor é para a exaltação do Seu grandioso nome.

2) Ele faz grandes coisas: “Porque me fez grandes coisas, o Poderoso; e Santo é o seu nome (Lc 1:49). Maria, no seu cântico citou o motivo do seu cantar: a)“ minha alma engrandece ao Senhor” (Lc 1:46). Nossa adoração e louvor é porque Ele é Senhor!
B) “E meu espírito se alegra em Deus meu Salvador” (Lc 1:47). Nossa adoração e louvor é porque Ele é o Salvador!

3) Ele nos faz grandes. Nos faz profetas e sacerdotes para anunciarmos a grande salvação trazida por Jesus. Nosso comissionamento: “Para alumiar aos que estão assentados em trevas e sombra da morte” (Lc 2:79). E isto nos faz “grande(s)” diante do Senhor” (Lc 1:15).

Desde o começo a Comunidade sabe que recebeu de Deus o dom do amor e o dom de gozo no louvor. Queremos, portanto, como família amorosa para Deus expressar, com alegria transbordante, o prazer, a garra, e a deteminação em guardar a visão de Deus para nós e passá-la a outras vidas.
Vestidos de festa (Dance), com nossos instrumentos e nossas vozes, continuaremos a proclamar a salvação, (Alegria Transbordante) amando, sendo fortaleza para o fraco (Mais que Vencedor), consolo para o abatido (Descansarei) e fonte para o sedento (O Rio da Água da Vida), através da palavra do Senhor e do poder do Espírito Santo em nós. Com vestes de louvor, saltando de alegria (Barulho Santo), entoando cânticos de vitória (Não há impossível para Deus), refugiados na misericórdia (Alto Refúgio) e na bondade de Deus, prosseguiremos, olhando sempre para o autor e consumador da nossa fé (Eu Preciso de Ti), Jesus, que nos abriu o caminho (Intercessor) para o amor do Pai e as consolações do Espírito Santo (Avivamento).
Sabemos que podemos olhar para o futuro, apesar das aflições presentes, com a segurança da assistência de Deus que nos amparará (O Senhor se agrada de Ti) até que tenhamos corrido a carreira, guardado a fé e terminado o bom combate. Ele nos ajudará como até aqui tem feito. Cantaremos seu amor para sempre (Incansavelmente). Cantaremos: Te quero mais do que Tudo! Vem Reinar Senhor!
Como disse Augusto Cury: “Jesus fez brotar das lágrimas a esperança, das mágoas o alívio, da ansiedade o descanso, do medo, a segurança, da morte a vida!”